Espelho do cristão.

Inspice
et fac secundum
 exemplar
quod tibi in monte monstratum est.

Vê, presta atenção
e faz conforme o modelo
que te foi mostrado no alto do monte.

(Ex 25,40)

Anúncios

In finem dilexit eos (Jo 13,1).

Sexta-Feira Santa é o dia em que revivemos a paixão, crucifixão e morte de Jesus. Neste dia a liturgia da Igreja não prevê a celebração da Santa Missa, mas a assembléia cristã reúne-se para meditar o grande mistério do mal e do pecado que oprimem a humanidade, para repercorrer, à luz da Palavra de Deus e ajudada por comovedores gestos litúrgicos, os padecimentos do Senhor em expiação deste mal. Depois de ter ouvido a narração da paixão de Cristo, a comunidade reza por todas as necessidades da Igreja e do mundo, adora a Cruz e aproxima-se da Eucaristia, consumindo as espécies conservadas da Missa em Cena Domini do dia anterior. Como ulterior convite a meditar sobre a paixão e morte do Redentor e para expressar o amor e a participação dos fiéis nos sofrimentos de Cristo, a tradição cristã deu vida a várias manifestações de piedade popular, procissões e representações sagradas, que têm por finalidade imprimir cada vez mais profundamente no coração dos fiéis sentimentos de verdadeira participação no sacrifício redentor de Cristo. Entre elas sobressai a Via Crucis, prática piedosa que no decorrer dos anos se enriqueceu por numerosas expressões espirituais e artísticas relacionadas com a sensibilidade das diversas culturas. Surgiram assim em muitos países santuários com o nome de “Calvaria”, aos quais se chega através de uma íngreme subida que recorda o caminho doloroso da Paixão, permitindo que os fiéis participem na subida do Senhor ao Monte da Cruz, o Monte do Amor levado até ao fim.

(Papa Bento XVI, na Audiência Geral de 19 de março de 2008.)

O Amor é o Verbo; não um verbo, uma palavra, um discurso, uma desculpa, uma filosofia, uma ideologia, um sentimento. O Amor é uma Pessoa, que se deixou crucificar pela nossa morte para dar a Sua Vida a nós, que Ele amou desde o princípio.

Impropérios.

Ó meu povo, que Eu te fiz? Ou em que te contristei? Responde-Me!

Porque Eu te tirei da terra do Egito,
preparaste uma Cruz para o Teu Salvador.

Deus Santo, Deus Forte, Deus Imortal, tende piedade de nós.

Porque te conduzi quarenta anos pelo deserto,
te alimentei com maná e te introduzi em terra esplêndida, preparaste uma cruz para o Teu Salvador.

Deus Santo…

Que mais devia ter feito por ti, e não fiz? Eu te plantei como Minha vinha preciosíssima: e tu te fizeste amarga para Mim; vinagre Me deste a beber na Minha sede, e furaste com uma lança o lado de Teu Salvador.

Deus Santo…

Eu flagelei por ti o Egito e os seus primogênitos; e tu me entregaste flagelado.
Ó meu povo, que Eu te fiz? Ou em que te contristei? Responde-Me!

Deus Santo…

Eu te tirei do Egito, afoguei o Faraó no Mar Vermelho; e tu me entregaste aos príncipes dos sacerdotes.

Ó meu povo, que Eu te fiz? Ou em que te contristei? Responde-Me!

Deus Santo…

Eu abri o mar diante de ti; e tu me abriste o lado com uma lança.

Ó meu povo, que Eu te fiz? Ou em que te contristei? Responde-Me!

Deus Santo…

Eu fui diante de ti numa coluna de nuvem; e tu me conduziste ao pretório de Pilatos.

Ó meu povo, que Eu te fiz? Ou em que te contristei? Responde-Me!

Deus Santo…

Eu te tratei no deserto com maná; e tu golpeaste com pedras, e flagelaste.

Ó meu povo, que Eu te fiz? Ou em que te contristei? Responde-Me!

Deus Santo…

Eu te dei de beber água doce da pedra; e tu me deste fel e vinagre a beber.

Ó meu povo, que Eu te fiz? Ou em que te contristei? Responde-Me!

Deus Santo…

Eu golpeei por ti os reis cananeus; e tu golpeaste minha cabeça com uma cana.

Ó meu povo, que Eu te fiz? Ou em que te contristei? Responde-Me!

Deus Santo…

Eu te dei um cetro real; e tu coroaste minha cabeça com espinhos.

Ó meu povo, que Eu te fiz? Ou em que te contristei? Responde-Me!

Deus Santo…

Eu te exaltei em com todo poder; e tu me suspendeste no patíbulo da Cruz.

Ó meu povo, que Eu te fiz? Ou em que te contristei? Responde-Me!

Deus Santo…

Improperia.

Popule meus, quid feci tibi? Aut in quo constristavi te? Responde mihi!

Quia eduxi te de terra Aegypti:
parasti Crucem Salvatori tuo.

Ἅγιος ὁ Θεός, Sanctus Deus
Ἅγιος ἰσχυρός, Sanctus Fortis
Ἅγιος ἀθάνατος, ἐλέησον ἡμᾶς,
Sanctus Immortalis, miserere nobis.

Quia eduxi te per desertum quadraginta annis: et manna cibavi te, et introduxi te in terram satis bonam: parasti crucem Salvatori tuo.

Ἅγιος ὁ Θεός…

Quid ultra debui facere tibi, et non feci? Ego quidem plantavi te vineam meam speciosissimam: et tu facta es mihi nimis amara; aceto namque sitim meam potasti, et lancea perforasti latus Salvatori tuo.

Ἅγιος ὁ Θεός…

Ego propter te flagellavi Aegyptum cum primogenitis suis; et tu me flagellatum tradidisti.

Popule meus, quid feci tibi? Aut in quo constristavi te? Responde mihi!

Ἅγιος ὁ Θεός…

Ego eduxi te de Aegypto, demerso Pharaone in mare rubrum; et tu me tradidìsti principibus Sacerdotum.

Popule meus, quid feci tibi? Aut in quo constristavi te? Responde mihi!

Ἅγιος ὁ Θεός…

Ego ante te aperui mare, et tu aperuisti lancea latus meum.

Popule meus, quid feci tibi? Aut in quo constristavi te? Responde mihi!

Ἅγιος ὁ Θεός…

Ego ante te praeivi in columna nubis: et tu me duxisti ad praetorium Pilati.

Popule meus, quid feci tibi? Aut in quo constristavi te? Responde mihi!

Ἅγιος ὁ Θεός…

Ego te pavi manna per desertum; et tu me caecidisti alapis, et flagellis.

Popule meus, quid feci tibi? Aut in quo constristavi te? Responde mihi!

Ἅγιος ὁ Θεός…

Ego te potavi aqua salutis de petra; et tu me potasti felle, et aceto.

Popule meus, quid feci tibi? Aut in quo constristavi te? Responde mihi!

Ἅγιος ὁ Θεός…

Ego propter te Chananaeorum Reges percussi: et tu percussisti arundine caput meum.

Popule meus, quid feci tibi? Aut in quo constristavi te? Responde mihi!

Ἅγιος ὁ Θεός…

Ego dedi tibi sceptrum regale; et tu dedisti capiti med spineam coronam.

Popule meus, quid feci tibi? Aut in quo constristavi te? Responde mihi!

Ἅγιος ὁ Θεός…

Ego te exaltavi magna virtute; et tu me suspendisti in patibulo Crucis.

Popule meus, quid feci tibi? Aut in quo constristavi te? Responde mihi!

Ἅγιος ὁ Θεός…